Compartilhe:
Voltar

Notícias

Depilação a laser – Conheça as vantagens e desvantagens da técnica

30/04/2016

Depilação a laser – Conheça as vantagens e desvantagens da técnica

Depilação a laser – Conheça as vantagens e desvantagens da técnica

 

Você sempre quis conhecer a técnica de depilação a laser, mas ainda não teve coragem de experimentar? Pois então, prepare-se e fique bem informada, pois estamos entrando na época do ano ideal para começar um tratamento.

Isso mesmo, porque a maioria dos métodos exige que você fique longe do sol por cerca de cinco semanas e que não esteja bronzeada. Logo, com a entrada do outono, iniciamos o melhor período para você começar o tratamento e estar pronta para o biquíni no próximo verão.

 

De uma vez por todas

Sempre que se fala em depilação a laser, a primeira coisa que vem à cabeça é que se trata de um método definitivo. E realmente a técnica chega muito próxima disso. “Estudos mostram que há uma redução de 80% dos pelos depois de uma série de tratamentos (em média, cinco sessões)”, explica a médica dermatologista  da Clínica All+, Luli Palermo,  Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia SBD/AMB, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da American Academy of Dermatology (AAD).

 

Para remover os pelos, o laser é atraído pela pigmentação, isto é, a melanina.  Logo, pessoas de pele clara e com pelos mais escuros e grossos são as que observam melhor resultado no tratamento. Pacientes bronzeados devem aguardar, em média, duas semanas para realizar o procedimento e, se possível, associar nesse período um creme clareador.   “O alvo é a melanina (pigmento). O laser é absorvido pela haste do pelo, e o calor é conduzido até o bulbo, onde ocorre a destruição das células que estão ao redor. Uma depilação eficiente precisa destruir a bulge e o bulbo, que são as estruturas geradoras de novos pelos”, explica a médica.

 

Na prática, significa que os pelos mais claros têm menos melanina e respondem menos ao método;  já os mais escuros absorvem melhor a luz do laser. “Portanto, os pelos brancos, loiros ou cinza não são tratados. E sobre os pelos ruivos também não temos o efeito desejado”, justifica a dermatologista.

 

Por esse motivo, é muito importante a definição do fototipo da pessoa antes de iniciar o tratamento e definir o melhor método a ser utilizado. Quem explica isso é a esteticista Amanda Siqueira, da Clínica Afrodite, especializada no procedimento. “A definição do tipo de pele é muito importante, porque é a partir dela que o laser poderá ser ajustado para uma depilação perfeita sem causar danos à pele”, explica. Segundo a esteticista, as peles podem ser divididas em seis grandes grupos:

 

— Branca: queima com facilidade, nunca bronzeia — Muito sensível

— Branca: queima com facilidade, bronzeia muito pouco — Sensível

— Morena Clara: queima moderadamente, bronzeia moderadamente — Normal

— Morena Moderada: queima pouco, bronzeia com facilidade — Normal

— Morena Escura: queima raramente, bronzeia pouco — Pouco sensível

— Negra: nunca queima, totalmente pigmentada — Insensível

 

De acordo com ela, nas pessoas de pele clara — ou seja, dos tipos 1, 2 ou 3 — a depilação a laser traz um resultado bem positivo, pois normalmente facilita a remoção dos pelos. Para as pessoas de pele mais escura — tipos 4, 5 ou 6 — o tratamento também traz um resultado positivo, porém são necessárias mais sessões e técnicas específicas, já que a pele mais escura dificulta a remoção do pelo.

 

Soprano Next Generation

Tecnologia: placa de laser de diodo 810 nm.

Como funciona: libera múltiplos disparos de baixa energia para destruir as células germinativas do bulbo capilar.

Recomendado: para todos os tipos de pele.

Vantagem: pode ser aplicado em todos os tipos de pele, inclusive nas mulatas, negras e bronzeadas.

Contraindicação: gestantes e regiões lesionadas na pele.

N° de sessões: em média, quatro sessões.

 

Harmony XL

Tecnologia: laser de Alexandrita de 755 nm.

Como funciona: a energia percorre a haste do pelo e destrói as células germinativas do bulbo capilar.

Recomendado: para pele clara.

Vantagem: áreas menores, como sobrancelhas, orelhas e buço podem ser depiladas com mais precisão e menos dor.

Contraindicação: gestantes, mulheres de pele morena ou negra.

N° de sessões: de 6 a 8 sessões, em média.

 

Harmony Long Pulsed

Tecnologia: laser de ND:YAG de 1064 nm.

Como funciona: o laser libera sua energia de forma lenta e constante, garantindo que a célula germinativa do pelo seja destruída.

Recomendado: para todos os tipos de pele.

Vantagem: o aquecimento da profundidade da pele e não da superfície permite que morenas e negras optem pelo método com segurança.

Desvantagem: pelos brancos e loiros não são eliminados.

Contraindicação: gestantes.

N° de sessões: de 4 a 6 sessões, em média.

 

A aplicação a laser não oferece nenhum risco à saúde, mas não pode ser utilizada por:

- gestantes,

-pacientes que fazem uso de Roacutan,

-herpes ativa,

-façam uso de algum tipo de ácido na região a ser tratada.

 

Link:

http://www.renataspallicci.com.br/fitness/depilacao-a-laser-conheca-as-vantagens-e-desvantagens-da-tecnica/